Image Map

CF- Easy (Anastas-ia)

em 12 de mar de 2017 |



Hey, Gigi! Espero que tudo esteja bem por aí, viu? Sou suspeita para falar de Easy porque eu simplesmente amo cada pedacinho dela, e fazer a CF dela me deixou muito happy.





*Aparência*



CAPA: A capa de Easy é perfeita e é realmente a cara da história em si. Todo esse ar misterioso e a exploração dos personagens deu aquele Tchan que chama leitores para a leitura inclusive eu. A única coisa que me incomodou um pouco foi a fonte usada no título, mas a gente releva porque é Easy e Easy, é vida.
(Nota: 1,2 de 1,5)





SINOPSE: A sinopse não deixa nada a desejar. O jeito como a vida conturbada da America com a família é retratado, ascende aquela questões de "Como o convívio deve ter sido?" "Até que ponto o nível de tortura da madrasta e meia-irmã chegaram?". Sem falar que só o nome 'Trevor McCalton', já dá aquela arrepiada gostosa na nuca, sacas?
(Nota: 1,5 de 1,5)


*Ortografia*

A tua escrita é realmente incrível e a narrativa tão boa, que ao chegar no final de cada capítulo, a gente fica "Já acabou? Como assim!". Vale ressaltar também que tu usa a pontuação tão corretamente, que me deixa mais do que orgulhosa em saber que cada ponto e vírgula estão sendo bem aproveitados.
(Nota: 4,0 de 4,0)


*Enredo*

Seu enredo apesar de ter aquela pegada clichê que eu particularmente adoro, é também muito envolvente e prazeroso de acompanhar. Tu fica torcendo pela aproximação e talvez algo a mais entre a Meri e o Trevor, mas ao mesmo tempo, sente aquela raiva pelos dois serem tão duros na queda, orgulhosos e mimados. Tem o lance das músicas que me envolve ainda mais cada vez que começo a ler cada capítulo, parece a trilha sonora perfeita para cada acontecimento. Só digo uma coisa ~MORRE, THOMAS!.~
(Nota: 2,0 de 2,0)


*Avaliação Geral*

Mais uma vez, sou totalmente suspeita para falar de Easy, mas a história é realmente incrível. O fato do Trevor estar procurando seu Carpe Diem e a America ter o mesmo tatuado em seu corpo, foi o ponto inicial para todos os acontecimentos até o atual capítulo, e eu fico imensamente ansiosa por mais, em saber do passado que levou o Trevor ser essa pessoa fechada e com a postura agressiva na maioria das vezes, ~ apesar de saber que Thomas é um nome bastante significativo nessa questão ~. Essa abordagem sobre o perdão entre pai e filha que me fez chorar rios e principalmente, essa busca pela felicidade, no caso do Trevor, seu Carpe Diem. Eu amo tudo, de verdade. E por favor, atualize nosso bebê rápido!!!
(Nota: 1,0 de 1,0)
(Somatória: 9,7.)



























Nenhum comentário:

Postar um comentário